A chegada de um bebê exige algumas transformações no espaço da casa, e o quarto do bebê é um ambiente que deve ser pensado com cautela para garantir o conforto e a segurança da família.

Em um dos momentos mais importantes da vida, a chegada de um novo membro da família, é importante que se tenha cuidado com cada detalhe. O quarto será o ambiente onde o bebê passará a maior parte de seus primeiros meses de vida e, por isso, deve ser planejado de forma a oferecer ao bebê e à família todo o conforto e a segurança que precisam. Não importa se o quarto será idealizado exclusivamente para esse fim ou uma readaptação de algum outro ambiente da casa, existem alguns fatores que devem ser considerados para tornar o espaço funcional e evitar que as atividades do bebê e da família sejam prejudicadas.


Quarto de bebê decorado em tons de cinza e amarelo, com prateleiras e quadros decorativos sobre papel de parede.

Além de garantir a funcionalidade para as tarefas diárias, o quartinho do bebê possui, ainda, a importante função de manter a tranquilidade e o equilíbrio da mãe e do filho nos primeiros meses de vida. Por isso, a escolha da paleta de cores é uma etapa fundamental no planejamento do ambiente. Cores fortes devem ser utilizadas com cautela, pois são estimulantes e podem contribuir para a agitação e ansiedade do bebê. Além disso, os primeiros meses de maternidade podem ser estressantes para os pais, que devem encontrar no ambiente uma sensação de tranquilidade e relaxamento. "O ideal é a escolha de uma paleta de tons claros ou pastéis, com a utilização de cores mais fortes em apenas alguns pontos da decoração do ambiente para quebrar a monotonia", alerta a arquiteta Vanessa Spina, proprietária do escritório Traço D Arquitetura e Urbanismo.  "Dessa forma, é possível criar um ambiente que reflita a personalidade da família sem deixar de contribuir para o bem-estar dos pais e do bebê", conclui.


Quarto de bebê decorado em tons pastéis com alguns pontos de cor, como o berço azul e as peças decorativas nos nichos.

Nesse sentido, a iluminação do quarto também deve ser planejada para garantir um ambiência mais tranquila. "Fontes de iluminação indireta são bem-vindas, principalmente porque, muitas vezes, os pais precisam utilizar o quarto enquanto o bebê está dormindo. Lâmpadas com controle de luminosidade, com a utilização de um dimmer, por exemplo, também são uma boa solução", explica Vanessa. "No entanto, é importante lembrar que algumas atividades exigem uma boa iluminação, como a troca do bebê, por exemplo. Para isso, é necessário que a iluminação principal do quarto seja suficiente para a realização dessas tarefas. A utilização de luminárias de foco ou pendentes deve ser evitada, pois podem ofuscar a visão do bebê".


Quarto de bebê com pontos de iluminação indireta na cômoda e na cadeira, que facilitam a criação de uma ambiência aconchegante.

O tema da decoração do quarto também é algo que deve ser bem pensado, considerando que, na maioria das vezes, o ambiente será utilizado pela criança por um tempo considerável. É importante garantir que, com o passar dos anos, a decoração não se torne enjoativa ou obsoleta. "Aconselhamos a escolha de um tema atemporal, ao invés de investir em personagens que estejam em alta na época do nascimento, por exemplo. Muitas vezes, o ambiente nem precisa ter um tema definido, e sim uma decoração que contemple a individualidade da família em questão e que seja adequada para o desenvolvimento da criança. Com o tempo, a decoração pode ser complementada com mais cores e elementos, à medida que a criança desenvolva a necessidade de mais estímulos",  sugere a arquiteta Maria Fernanda Zumpano, também sócia do escritório.


Quarto de bebê decorado com temas atemporais, como trens, carros e pipas.

Na hora de definir o layout e os mobiliários, é importante que haja uma análise da rotina da família, de forma a facilitar as atividades propostas para o espaço. As peças básicas para o quarto do bebê são o berço, o trocador, o guarda-roupas e a poltrona para amamentação, embora o espaço possa abrigar mais elementos de acordo com o tamanho ou a necessidade. "É necessária uma atenção especial à dimensão das peças, para garantir que não fiquem desproporcionais ao tamanho do quarto. Além disso, existem medidas padrão que garantem a ergonomia ideal para a realização das atividades. O trocador, por exemplo, deve ter altura entre 80cm e 90cm para garantir o conforto do usuário. Além disso, deve-se considerar não somente o espaço necessário para a troca da criança, mas também a estocagem de todos os utensílios necessários para a atividade, em fácil alcance. O berço também deve ter uma altura que permita o alcance dos pais, sem prejudicar a segurança do bebê. Para isso, é recomendado um berço com regulagem da altura do colchão. A poltrona de amamentação deve ser confortável, bem posicionada e se adaptar à postura da mãe, podendo ser acompanhada de um pufe para os pés e um apoio lateral, que facilitará a atividade de amamentação", indica Maria Fernanda.


Quarto de bebê com o trocador sobre uma cômoda de 90cm de altura, com espaço suficiente para a troca do bebê e a estocagem dos utensílios necessários.

Para a escolha dos armários, deve-se considerar que as roupas do bebê são pequenas e podem ser guardadas em gavetas, podendo o guarda-roupa ser substituído por uma cômoda. No entanto, além das roupas, existem outros elementos que devem ser guardados no quarto e exigem espaço de estocagem, como fraldas, por exemplo. "O ideal é que seja feito um levantamento da necessidade de estocagem do ambiente, para que o espaço dos armários seja suficiente. Além disso, deve ser feita uma análise da utilização de cada utensílio ou equipamento na hora de decidir o que deve ser guardado em locais de fácil acesso e o que pode ser mantido em locais mais altos ou menos acessíveis. Caso a dimensão do armário compatível com o quarto não seja suficiente, as prateleiras e nichos podem ser um bom aliado para armazenar caixas decoradas ou utensílios que possam ficar aparentes",  explica Maria Fernanda.


Quarto de bebê decorado com nichos, que podem ser utilizados de forma complementar aos armários.

Os móveis devem ser posicionadas em um layout que permita a circulação no quarto, principalmente entre as peças de maior utilização, como o berço e o trocador. É importante que seja estabelecida uma logística de utilização, para que mobiliários complementares não sejam posicionados em locais distantes ou possuam obstáculos entre eles. "Lembre-se de que a rotina de cuidados com o bebê é repetitiva e, por isso, um pequeno desconforto pode se tornar bastante desagradável com o passar do tempo. Lembre-se, ainda, que será necessária a utilização de utensílios maiores como carrinhos de bebê, que exigem espaço de circulação", alerta a arquiteta Vanessa. Além disso, é essencial que o layout seja pensado de acordo com alguns fatores externos, como a ventilação e a insolação do local. O berço, por exemplo, não deve ser posicionado em locais com incidência de sol e vento, nem mesmo o trocador. Utilize esses espaços para os armários e prateleiras, guardando os locais mais arejados e confortáveis para as peças de permanência do bebê.


Quarto de bebê com o posicionamento do berço em local protegido das janelas, mantendo o foco de luz natural na poltrona de amamentação e um grande espaço de circulação entre as peças principais.

Assim como a decoração, o layout e o mobiliário do quarto também devem ser planejados considerando a utilização do espaço ao longo dos anos. As necessidades da criança vão se modificando com o passar do tempo, e o ambiente deve acompanhar essas mudanças. "Apostar em um mobiliário mais flexível, como berços que se transformam em camas, por exemplo, são uma boa medida para evitar que sejam necessárias grandes modificações no espaço ao longo dos anos. Outra alternativa é a utilização de um trocador que possa ser utilizado apenas como uma cômoda ou uma bancada quando não for  mais necessário, ou um guarda-roupas que possa ser facilmente desmontado ou adaptado. O importante é garantir que o ambiente possa se transformar ao longo dos anos, evitando mobiliários fixos que sejam difíceis de adaptar a outros usos", adverte Vanessa.


Quarto de bebê com o trocador sobre uma cômoda que pode ser utilizada apenas com este fim, facilitando a adaptação do quarto de bebê para quarto de criança.

Por fim, os principais pontos que devem ser considerados ao planejar um ambiente para bebês e crianças são a saúde e a segurança dos mesmos, que devem ser refletidas em cada detalhe do espaço. As tomadas baixas devem ser protegidas com peças específicas ou tampadas pelo próprio mobiliário para evitar o contato da criança. As quinas também devem ser evitadas, com a utilização de peças de borracha nos pontos onde elas existirem. "Até o posicionamento dos móveis deve ser pensado de forma segura, com cautela para que não sejam posicionados de forma que possam ser escalados pela criança, permitindo o acesso a janelas ou equipamentos inseguros. Tudo aquilo que pode ou deve ser alcançado pela criança deve ser colocado ao seu alcançe para evitar irritação, mas aquilo que não deve ser alcançado deve ser posicionado em locais mais altos e seguros", alerta Maria Fernanda. "Deve-se ter cuidado, ainda, com o excesso de utilização de brinquedos de pelúcia, tapetes, cortinas ou carpetes, que facilitam a proliferação de ácaros no ambiente. Caso haja ar condicionado, o mesmo deve possuir a função Virus Doctor, que reduz a presença de vírus, bactérias e fungos no ar. Um purificador de ar também é recomendável, mas o mais importante é que o quarto possua uma boa ventilação e a incidência de luz natural", conclui a arquiteta.


Quarto de bebê com almofadas e prateleiras de livros infantis ao alcance da criança, evitando irritacão.

  • Espaços Corporativos

    Na busca por ambientes agradáveis e estimulantes, os escri...

    Leia mais.
  • Sistemas de Vedação para Construção Seca

    Com o intuito de otimizar as construções, os processos construtivos v...

    Leia mais.
  • Tijolos Aparentes

    Os tijolos maciços de barro, que  foram por tempos o grande protagonis...

    Leia mais.
  • Elementos Vazados

    Presentes em fachadas, varandas ou ambientes internos, os elementos vazados têm a importa...

    Leia mais.
  • Terraços para todos os gostos

    Dotados de uma área externa a céu aberto, os apartamentos de cobertura...

    Leia mais.
  • As necessidades de um espaço para danças

    Escolas de dança ou espaços voltados para apresentações dessa arte e...

    Leia mais.
  • A herança arquitetônica de Zaha Hadid

    Nascida em 1950, a iraquiana deixou uma contribuição valiosa para a arquitet...

    Leia mais.
  • A arquitetura de Lina Bo Bardi

    Os traços modernos da arquiteta Lina Bo Bardi podem ser observados em v...

    Leia mais.
  • Fachadas Fotovoltaicas

    A utilização de painéis fotovoltaicos na vedação de edifícios se m...

    Leia mais.
  • Tendências e novidades da Expo Revestir 2016

    A feira anual apresentou peças diferenciadas e conceituais que estarão...

    Leia mais.
  • Antes residência, agora comércio

    A elaboração de projetos e regularização de processos de adaptação...

    Leia mais.
  • Porcelanato ou piso laminado?

    Na hora da reforma, muitas são as opções de piso e a escolha depende ...

    Leia mais.
  • Os cuidados para a criação de uma Área Gourmet

    Seja para churrascos simples ou refeições sofisticadas, as áreas gour...

    Leia mais.
  • A garantia de uma boa reforma

    Uma reforma satisfatória é resultado da procura pela solução ideal p...

    Leia mais.
  • Concreto Translúcido: suas possibilidades e expectativas no mercado

    Nos últimos anos, essa variação do material concreto tem tomado espaço em ...

    Leia mais.
  • Arquitetura e Acústica: aliadas para produção de uma boa música

    Vários são os fatores e cuidados que devem ser levados em consideraç...

    Leia mais.
  • Vai construir? Entenda o processo

    Quando pensamos em construir, não sabemos a quantidade de documentos ne...

    Leia mais.
  • Natal Sustentável

    Cidades apostam em ações de Natal econômicas e sustentá...

    Leia mais.
  • A praticidade e os usos diversos de um quarto

    A escolha por residências cada vez mais práticas, compactas e sem ocio...

    Leia mais.
  • Arte e música inspirando obras arquitetônicas

    Os traços simples e métricos que permeiam entre projetos de grandes arquitetos p...

    Leia mais.
  • Escadas e suas possibilidades

    Como elemento que pode ser projetado em diversas variaçõe...

    Leia mais.
  • Arquitetura para o usuário

    O projeto arquitetônico de um imóvel não deve ser resultado de um padrão desen...

    Leia mais.
  • Bibliotecas para se apaixonar

    Como motivar o interesse pela leitura, em um mundo em que os aparelhos e...

    Leia mais.
  • A união inteligente entre espaços externos e internos

    Artifício comum em residências, a integração dos ambientes internos ...

    Leia mais.
  • Vizinhos cada vez mais próximos

    O modelo arquitetônico de casas geminadas atende a diversas classes soc...

    Leia mais.
  • O banheiro deixou de ser apenas um banheiro

    Dos detalhes na arquitetura aos acabamentos e revestimentos, as opções...

    Leia mais.
  • Problemas de saúde e queda de produtividade, e a culpada é a falta de planejamento da luz

    Segundo o Ministério do Trabalho a iluminação mínima no ambiente de ...

    Leia mais.
  • Antigas construções, novos espaços de convivência e lazer

    Instituições públicas e privadas de todo o mundo têm criado ações ...

    Leia mais.
  • Casa Cor apresentou tendências do setor de arquitetura e decoração

    Maior mostra de decoração da América Latina teve como tema a brasilid...

    Leia mais.
  • Impressoras 3D revolucionam a arquitetura e a construção civil

    Acelerando processos e reduzindo custos, a máquina 3D está sendo utili...

    Leia mais.
  • Compatibilização de projetos reduz tempo e custos da obra

    Procedimento que deveria ser utilizado em todas as obras, a compatibiliz...

    Leia mais.
  • Da Expo Revestir para a sua casa: dicas das arquitetas

    As arquitetas do Traço D Arquitetura e Urbanismo estiveram em São Paulo para a 13...

    Leia mais.
  • Parede de concreto, uma técnica construtiva de velocidade e economia

    A utilização de novos métodos na construção civil é incentivada pelo crescime...

    Leia mais.
  • Cadê o espaço planejado do meu armário?

    Em pequenos ambientes ou nos mais amplos, os móveis planejados têm se tornado um ...

    Leia mais.
Ver todas