Um Projeto Arquitetônico contempla a criação de uma edificação, podendo tratar-se de uma edificação residencial, comercial ou institucional. O desenvolvimento deste Projeto se dá em três etapas e tem como produto final o Projeto completo para base de execução da obra.

A primeira etapa é denominada Estudo Preliminar e trata-se do processo de criação das primeiras soluções arquitetônicas propostas. É realizada uma análise de todas as condicionantes que influenciarão nas decisões projetuais, como o terreno, suas características naturais e o entorno, assim como as normas e restrições da loteadora e do município e as exigências contidas no programa de necessidades. Este último trata dos desejos do cliente e é o que determina quais ambientes e de que forma serão inseridos em projeto. Destacamos que o estudo preliminar não é único e nem apenas um resultado. Ele é todo o processo criativo e abrange todas as apresentações necessárias para que o projeto seja definido e afinado pelo arquiteto juntamente com o cliente.

A segunda etapa do Projeto Arquitetônico é o Projeto Legal. Este projeto corresponde à lapidação do estudo preliminar definido, isto é, monta-se em desenho técnico todo o conjunto de informações necessárias e suficientes para caracterizar os serviços e a obra. O Projeto Legal apresenta o detalhamento necessário para a definição e quantificação dos materiais, equipamentos e serviços relativos à construção e, por isso, é também chamado de Anteprojeto. Esta etapa é apresentada em acordo com as normas de apresentação e representação gráficas emanadas pelos órgãos públicos, ficando apta à sua aprovação.

A terceira e última etapa é caracterizada como Projeto Executivo e possui como alguns de seus subprodutos: Projeto de Paginação de Pisos, Projeto de Detalhamento de Esquadrias, Projeto Luminotécnico, Projeto de Pontos Elétricos, entre outros. Toda essa etapa refere-se aos detalhamentos necessários para a execução da obra e se dá ao longo do seu processo. Resumidamente, são desenhos a serem seguidos para que a obra se apresente de acordo com o projeto, garantido que todas as decisões estabelecidas em projeto sejam contempladas na obra finalizada.